Instrução‎ > ‎História‎ > ‎

Ilha de Brownsea

Um dia, em meados de Junho de 1907, aquele que seria o primeiro chefe escoteiro do mundo sentou-se e escreveu uma carta para alguns dos seus velhos amigos do exército, pais de meninos entre 11 e 12 anos de idade e em início da adolescência, alunos de Harow, Charterhouse e outras grandes e selecionadas escolas inglesas.
"Eu proponho fazer uma acampamento com 18 meninos escolhidos para aprender "scouting" por uma semana nas férias de Agosto [...] O acampamento, por gentil permissão de C. Van Raalte, será realizado na Ilha de Brownsea [...]". Como qualquer chefe escoteiro continuou a carta destacando o adestramento que pretendia dar e assegurando aos pais que"todo o alimento, cozinha, higiene, etc..., seria cuidadosamente observado". Incluiu uma lista de roupas e do material necessário para acampar e pediu que cada menino viesse para o acampamento já a saber o uso de três nós simples - nó direito, escota e volta do fiel - e providenciassem esboços dos nós que pudessem não saber.
Em conclusão escreveu: "Se deseja enviar o seu filho para o acampamento nestas condições, por favor avise-me e enviarei detalhes sobre como treiná-los." Poucos dias mais tarde, a 17 de Junho de 1907, enviou convites semelhantes para as Companhias das Brigadas de Meninos de Bournemouth e para as Brigadas dos Meninos de Poole, para escolher 6 e 3 dos seus rapazes respectivamente.
Os convites para ir acampar com o famoso general Robert Stephenson Smyth Baden-Powell foram aceites com entusiasmo, quem não gostaria de passar uma semana com o "Herói de Mafeking". O número original de 18 foi excedido. Após pensar bem, Baden-Powell decidiu incluir o seu primo órfão de 9 anos como seu ajudante e convidou um de seus velhos companheiros de armas, o Major Keneth McLaren, para que o acompanhasse como assistente.
Na noite de 31 de Julho de 1907 todos os participantes, do que seria o primeiro acampamento escoteiro do mundo, reuniram-se na Ilha de Brownsea. No outro dia, 1 de Agosto, e pelos sete dias seguintes, Baden-Powell trabalhou com os meninos, testando o que ele chamou de "Método Escoteiro". A 9 de Agosto mandou-os para casa, satisfeito com os resultados positivos de seu método.